LEGO: desde 1932 até os dias de hoje

Quem nunca passou o dia brincando com os bloquinhos da Lego e depois pisou em um? É aquela dor bem característica que faz lembrar da infância.

Mas você sabe como surgiu a Lego? Tudo começou em 1932, na cidade de Billound, Dinamarca, por Olé Kirk Christiansen, um talentoso carpinteiro que viu a sua empresa de construção de casas e móveis falir durante o período de recessão europeia. Para poder sobreviver e sustentar seus filhos, Olé decidiu começar a produzir brinquedos de madeira e pela qualidade de precisão que ele tinha, seus brinquedos ganharam fiéis consumidores.

Durante esse período, seu filho Godtfred, vendo os esforços do pai decidiu ajuda-lo na oficina. Na década de 50, Olé Kirk adquiriu uma máquina que produzia peças de plástico para depois começar a produzir os tijolinhos de plástico com a ideia deles serem presos juntos e foi neste momento que a Lego é o que ela é hoje. Após um certo tempo, Godtfred assumiu a fábrica de seu pai e continuou a desenvolver os brinquedos.

No começo, os bloquinhos não eram bem vistos pelo público, em que as pessoas se queixavam que aquelas peças não atendiam diversas faixas etárias e tão menos as necessidades das crianças e suas famílias. Pensando nisso, Godtfred decidiu criar novos produtos integrados que pudessem estimular a criatividade e imaginação. Dividiu-se então a empresa em pequenos laboratórios de criação para desenhar produtos que atendessem seus consumidores, surgindo a Lego System of Play.

Após ver a importância da opinião do consumidor nas sugestões de ideias de produtos, foi criado a Lego Land, um grande parque da empresa para demonstrar seus brinquedos ao público, tornando um grande laboratório experimental para observar a aceitação e rejeição de seus novos produtos.

Depois de muitos anos, vendo que a Lego continua sendo apreciada tanto por crianças quanto por adultos e para acompanhar as inovações tecnológicas, ela lançou uma parceria com o Spotify e criou a Play Stories, uma playlist com 7 faixas baseadas na coleção da marca. Em cada faixa, há uma indicação dizendo qual linha Lego ela veio, dentre elas: City Creator, Ninjago, Duplo e Friends. Os áudios possuem diálogos, efeitos sonoros e locuções que trazem mais vida a brincadeira, confira:

O objetivo da Lego é transformar os momentos de lazer em família em algo mais interativo e estreitar o relacionamento com os fãs do brinquedo. Segundo Vivan Marques, head of marketing da Lego no Brasil: “Sabemos que o consumidor vem mudando seus hábitos e interagindo com novas formas de comunicação. A empresa se atentou a isso e resolveu investir para se posicionar, aumentar e recrutar novos fãs. Escolhemos o Spotify por ser uma plataforma que já conversa com nosso público”.

Quer conhecer melhor a história da Lego? Assista o vídeo aqui.

Fontes:
GKPB
Puglicitários

About the author: Graziela Tamanaha

Leave a Reply

Your email address will not be published.