O que é a Black Friday

Todos os dias somos bombardeados promoções e descontos de diversos segmentos e estamos 24/7 conectados. Como vem acontecendo de uns anos para cá, no mês de novembro a internet fica a mil com a Black Friday. A data é escolhida na última sexta-feira após o Dia de Ação de Graças norte-americano, em que centenas de lojas fazem grandes promoções e vendem produtos desejados por preços irresistíveis. Com a popularização da cultura americana e cada vez mais presente por aqui, é muito fácil observar a aceitação das pessoas nela. Mas você sabe a origem do Black Friday?

A história por trás da origem da Black Friday é um tanto quanto nebulosa, uma vez que não existe uma data exata para a criação deste dia. Há quem diga que a expressão “sexta-feira negra” nasceu no final do século XIX após duas instituições financeiras terem quebrado no mesmo dia em plena corrida do ouro. Por coincidência era uma sexta-feira.

De acordo com o linguista Bem Zimmer, a teoria mais aceita sobre o surgimento da Black Friday é de que o termo foi criado por policiais da Filadélfia na década de 60 para se referir ao dia após o feriado de Dia de Ação de Graças em que o trânsito se tornava um caos.

Segundo ele, o fluxo de veículos por conta da folga prolongada e das partidas de futebol realizadas sempre nessa época aumentava consideravelmente. E ao mesmo tempo em que isso era uma dor de cabeça para os agentes da lei, era o sonho dos lojistas, que faziam diversas promoções para atrair quem passasse por lá. A referência ao trânsito logo se expandiu e se tornou uma expressão local às ofertas, se transformando em uma grande tradição. No entanto, ele ainda afirma que ainda não está claro como isso se espalhou para outros pontos dos Estados Unidos, embora não seja difícil imaginar que a vontade de pagar menos por alguns produtos tenha auxiliado nessa tarefa.

Polêmica?

Com o feriado se tornando tão popular, não tardou para que as primeiras investidas de marketing logo surgissem. O curioso é que, tão logo o consumidor aderiu à Black Friday e algumas tentativas de alterar o nome começaram a aparecer. Como conta Zimmer, a mais marcante delas foi proposta de abandonar esse termo – que muitos consideravam pouco convidativo para o comércio – para adotar algo como Big Friday. A sugestão então não foi bem aceita e ficou por isso mesmo.

Essa não é a única suposta origem. Outras histórias sobre o nascimento da data comercial circulam há anos, todas elas muito convincentes. É o caso da expressão empregada por donos de fábricas na década de 50 para se referir à sexta-feira após o Dia de Ação de Graças, em que nenhum funcionário aparecia para trabalhar. Outros são um pouco mais fantasiosos, como afirmam que os trabalhadores precisam se dedicar o dobro em seus empregos para dar conta da alta demanda nas lojas.

Independente da origem da Black Friday, durante essa época é preciso ter certos cuidados para não entrar em uma fria ao comprar algo. Durante esse período o nosso espírito consumidor fala mais alto, então somos mais suscetíveis a cair em pegadinhas, por isso devemos prestar mais atenção principalmente quando o site não é bem avaliado ou os preços ficam baratos demais. Atente-se a essas informações e busque ajuda profissional caso aconteça algo e aproveite a Black Friday de maneira consciente.

Fonte: Mega Curioso

About the author: Graziela Tamanaha

Leave a Reply

Your email address will not be published.